Puzzle

Click to Mix and Solve

O Persa





Esta raça é caracterizada pelo seu temperamento calmo, corpo robusto, pelagem longa, focinho achatado e cauda curta.
O persa é um gato pacifico e sedentário, ideal para ter num apartamento. É sociável, meigo e extremamente afectuoso. De tal forma que nunca recusa o colo do dono e uma caricia, retribuindo normalmente a atenção.
Adapta-se bem às pessoas, crianças, outros gatos e outros animais, mas perante estranhos pode mostrar-se mais distante, mas sempre calmo.
Suporta razoavelmente bem a solidão, raramente mia e quando o faz, quase não se houve. Tem necessidade de uma vida calma e pouco atribulada.

Facilmente reconhecido entre as demais raças, é a preferida no mundo, apesar de ser a mais geneticamente alterada pelo homem e a menos parecida com os felinos tradicionais.
A primeira aparição do Persa foi em 1871.
Desde então, muita coisa mudou.
O excessivo e progressivo achatamento do focinho começou a ocasionar problemas de saúde e em 1993, e preocupados com isso, as associações de criadores em todo mundo passaram a evitar a produção de Persas com a cara achatada demais.
Os graves problemas de saúde devido ao focinho excessivamente achatado são:
- Dificuldades respiratórias devido ao estreitamento exagerado das narinas; Rinite alérgica;
- Irritação e infecção ocular devido aos canais lacrimais muito estreitos ou sem orifício;
- Diminuição do tamanho do crânio e consequente subdesenvolvimento do cérebro,causando danos neurológicos, como problemas locomotores.
- Deslocamento dos maxilares, causando abertura permanente da boca.

Para saber se um Persa possui um achatamento excessivo de rosto, pode verificar se a ponta do nariz fica mais alta que a extremidade inferior dos olhos.

Os olhos do Persa devem ser redondos, grandes e sem sinais de estrabismo.

Existe um grande número de cores e desenhos de pelagem para os Persas. No início, só haviam cores sólidas, mas actualmente já são reconhecidas mais de 100, criadas por mutações espontâneas e cruzamentos dentro da própria raça ou fora dela, o que faz do Persa o gato com maior variedade de cores entre todas as raças.

Por ser um gato de pelos longos é muito importante que se faça escovagem da pelagem, isso influi não só na beleza, mas também na saúde. A escovagem impede que o gato engula pelos em excesso e deve ser feita com pente de aço e escova de cerdas naturais. Na época da muda, normalmente duas por ano, o ideal é escovar uma vez ao dia e nos demais meses, quatro vezes por semana.
Além da formação da "bola de pêlos" no estomago, a ingestão excessiva de pelos também provoca gastrite crônica e obstrução do intestino, úlcera perfurada e até câncer.

Para embelezar o pelo pode-se dar banho, mas como poucos são os gatos que gostam de água e sabão, esta rotina deve começar quando ele ainda for novo.
Os Persas que participam em exposições tomam-no com frequência.
Os banhos também ajudam a combater sarnas, fungos e alergias, se forem dados com shampoos próprios,recomendados pelo veterinário. Depois do banho, é preciso verificar se o gato está bem seco, inclusive nas axilas, barriga e orelhas - pontos mais suscetíveis a fungos e dermatites. 
A pelagem dos Persas de cor creme, azul e preta ficam queimadas se muito expostas ao sol. Para preservá-las,o ideal é que não apanhem mais de uma hora de sol e restrito ao período da manhã.
Os Persas com o focinho muito achatado são propensos à secreção lacrimal intensa, o que mancha muito os pelos ao redor dos olhos, especialmente os mais claros. Para remover as manchas, é conveniente passar diariamente no local um pedaço de algodão embebido em soro fisiológico ou água fervida e depois um produto próprio eliminação das manchas.
A maturidade sexual do Persa é atingida até aos dois anos de idade.
Nos machos verifica-se mais cedo, a partir dos 12/18 meses, enquanto que nas fêmeas costuma ocorrer entre os 12/24 meses.

Outro problema comum nesta raça é na altura do parto, devido ao tamanho da cabeça do filhote. Os filhotes costumam ter problemas para passar pelo canal do parto devido à cabeça muito larga. Pelo que o parto deve ser acompanhado por um veterinário.




Bicolores e Tricolores
Uma linda variação do gato persa
          
O objectivo dos criadores ao tentarem "criar" gatos Bicolores, foi segundo se consta, inicialmente para que eles se parecessem com os coelhos holandeses, mostrando faixas distintas de pelagem colorida e branca ao redor do corpo.
Mas, cedo se aperceberam que isso seria impossível, pois a genética felina é especifica.
  
O "ideal" pretendido nesta criação é um "V" branco invertido sobre os olhos.
No entanto, nem todos possuem esta característica, por isso os que têm esta marcação são muito apreciados.
As cores mais comuns em que se pode encontrar a marca branca, são os ruivos, pretos ou azuis.
Os mais modernos são o creme e branco, lilás e barnco, chocolate e branco e todos com a cor de olhos cobre.

As áreas coloridas devem cobrir entre metade a dois terços da pelagem do gato. Todas estas cores possuem exemplares macho e fêmea. No entanto, existem coresbásicas que são exclusividade do sexo feminino e se houver um macho com tal cor, quase que existe a probabilidade de em 99% dos casos serem estéreis ou não terem uma vida muito longa.

As cores especificas das fêmeas, são:
- Azul/creme
- Escama de tartaruga (fios pretos, malhados de cor ruiva e acinzentada, similares aos casco de uma tartaruga)
- Azul-creme e branco (calico diluido)
- Escama de tartaruga e branco (calico solido)


Para tais cores femininas a cor branca deve ocupar um terço do corpo e as cores das manchas devem ser claramente definidas.

Uma das mais novas cores que foi desenvolvida é a escama de tartaruga chocolate.

Juntando a todas as cores já mencionadas, o homem ainda quis ir mais longe e juntou a cor fumaça.
Portanto, temos hoje já reconhecido o Persa Bicolor fumaça e a sua beleza é de grande procura.

Na categoria dos bicolores, temos ainda os gatos Persa Vans, ou seja, onde as manchas coloridas são restritas à cabeça e à cauda, com o corpo todo branco.

Acrescenta-se a todo este enumerado de cores, listras e temos ainda o Bicolor "Tabby".


Depois de se conseguir toda esta aquarela de cores em gatos, os criadores continuam a seleccionar os cruzamento, a fim de obter gatos com cores mais marcantes e bem mais definidas, mas não esquecendo nunca, do tipo, ou seja, o padrão da raça.
Além de se fazer um gato bonito e de bom temperamento, deve também pensar-se na saúde do mesmo.
Por isso, hoje já não se acasalam reprodutores de cara muito achatada e com nariz pequeno, pois dificulta muito a respiração do gato.
O ideal é tentar obter um gato com expressão doce, sem vincos, com narinas grandes e com livre passagem de ar.
  




Hilamaio ou Colourpoint
Um gato doce e brincalhão


O gato Himalaio ou Colourpoint é a mesma coisa.

O nome Himalaio é usado na Améria do Norte, por terem uma coloração escura nas pontas, como os coelhos himalaios. Em outros lugares do mundo, como nos países da Europa ele é conhecido como Colourpoint, ou seja, Persa de pêlo longo com coloração nas pontas das orelhas, rabo, nariz e patas.

Para se conseguir esta variante, foram feitas pesquisas e cruzamentos com Siameses e Gatos Persas de várias cores.


Os primeiros pêlos longos Colourpoints estavam mais próximos dos Siameses do que dos Persas. Todos nasciam com focinho bem alongado, demonstrando que o pêlo curto era dominante. Mas estes filhotes eram portadores de genes Point e de pêlo longo. Quando se fazia o acasalamento entre parentes, conseguia-se um filhote próximo da raça desejada.
Sabe-se que pesquisadores iniciaram este trabalho por volta de 1920, e só conseguiram melhores exemplares depois dos anos 50, sendo que a raça foi aceita oficialmente nos EUA em 1957.

Outro problema bastante difícil de se resolver era a coloração dos olhos, que deveria ser azul. No entanto, como nos acasalamentos havia parceiros de olhos cobres, o resultado não era satisfatório.


Actualmente, e através de acasalamentos seletivos, conseguiu-se chegar ao padrão desejado. Eles têm todas as características físicas e comportamentais do Persa, acrescentado das cores dos Siameses.
Existem várias colorações de Himalaios ou Colourpoints.
São elas: Ponta Creme (Cream Point), Ponta Lilás (Lilac Point), Ponta Chocolate (Chocolate Point), Ponta Azul (Blue Point), Ponta Marrom (Seal Point), Ponta Azul-Creme (Blue Tortie Point), Ponta Vermelha (Red Point), Ponta Escama (Black Tortie Point), Ponta Escama Chocolate (Chocolate Tortie Point).

Todas estas colorações podem ainda estarem associadas a outros tipos de gene, que é o listrado, ou melhor, "Tabby".
Logo, teremos gatos de todas estas cores acima citadas, acrescidas de listras.
Como caracteristica especifica desta raça, temos um gato com cabeça redonda e maciça, corpo roliço, pêlo longo e macio, com o comprimento da pelagem de até 13 cm, traços do sombreado do corpo nos ombros e nos flancos, cauda curta e grossa, em proporção ao comprimento do corpo, pernas grossas e redondas, nariz curto e largo, cor do corpo: branco magnólia, orelhas pequenas com pontas arredondadas, olhos azuis claros e brilhantes.

Os Colourpoints amadurecem mais cedo do que os outros gatos de pêlos longos, reflectindo sua ancestralidade Siamesa, desta forma, a sua coloração é mais clara até um ano de idade e depois, a tendência é o escurecimento das pontas.
Todos os filhotes Colourpoints nascem com uma pelagem branca pura ou bege. As pontas só apresentam cores quando os filhotes já têm alguns dias de idade e podem levar até doze meses para atingirem a sua verdadeira cor genética.
São extremamente dóceis, delicados, amáveis e companheiros. Necessitam sempre de atenção e carinho. Embora sejam dorminhocos, como os demais gatos Persas, uma vez despertos, são bastante brincalhões e activos.
Gostam de seguir uma rotina diária, de conviver com pessoas da casa, como se fossem membros da família. São limpos, elegantes e possuem uma expressão doce no olhar.




Silver Shadeds / Chinchilas / Goldens
Como resistir a tanta beleza?

Não há quem não se encante com a beleza e a doçura de um gato Persa, principalmente se ele tiver maravilhosos olhos verdes. Entre as inúmeras variedades de cores existentes no Persa, temos algumas delas, que conforme o padrão da raça, obrigatoriamente devem ter olhos verdes.
Pertencem a esta classe os Silvers Shadeds, Chinchillas e Goldens.

A característica principal destas cores de gatos, com certeza são seus lindos olhos, que normalmente são muito grandes e arredondados, nas cores verde-esmeralda ou verde azulado. Possuem um contorno preto ao redor dos olhos que os embelezam ainda mais.
Esta maquilhagem definitiva, que a natureza lhes proporciona, é verificada também no contorno do nariz, orelhas e lábios.
Isto faz com que estas cores de gatos Persas sejam o "requinte" da raça.
São gatos de vislumbrante aparência, com pêlos extremamente sedosos e carinhas de "boneca de porcelana", isto porque eles não têm o nariz muito achatado, como se verifica em Persas legítimos.

Tal característica se deve ao fato de serem resultados de acasalamentos entre si, ou seja, o cruzamento só é permitido, se ambos tiverem os olhos verdes.
Alguns criadores, na tentativa de aprimoramento do tipo, acasalam estes exemplares com Persas vermelhos, pretos ou com outras cores sólidas, para conseguirem um nariz menor.

No entando, a coloração verde dos olhos fica prejudicada, embora algumas vezes desta criação seletiva se consiga a belíssima fêmea "Escama Shaded", de olhos cobres.

Popularmente diz-se que o Silver Shaded é o "Gato Prateado", o Chinchilla é "Quase um Gato Branco" e o Golden é o "Gato Dourado".

O que diferencia o Silver Shaded de um Chinchilla é a intensidade do preto na pelagem.
Nos Shadeds, 2/3 dos pêlos são escuros e apenas 1/3 é da coloração branco-prateado.
Enquanto que nos Gatos Chinchillas, a coloração é muito suave e somente nas pontinhas dos pêlos, se percebe a tonalidade prata.


Têm um temperamento marcante: são ciumentos com os donos, gostam de exclusividade, são muito ágeis e brincalhões.
Não há quem não comente sobre sua elegância e beleza. Realmente são impressionantes.
Ter um gato destes, de extrema beleza, além de "hobby", é também um status. Porém, não basta achá-los lindos e ter condições para adquiri-los, é preciso mais que isso: ter tempo disponível para escová-los e lhes oferecer os cuidados necessários acrescidos de atenção e carinho.