Puzzle

Click to Mix and Solve

As principais doenças do seu gato

Destaco neste capitulo as doenças que podem prejudicar gravemente a saúde do seu gato.


Síndrome Urológica Felina (SUF)
A sindrome urológica não é nada mais do que a cistite do gato. Tal como nos homems, esta traduz-se no gato, por necessidades frequentes e urgentes de urinar aconpanhada de uma dor aguda.


O gato vai mais frequentemente do que o habitual à sua caixa, mostrando sinais de dor quando urina e pode mesmo soltar gritos.

É possivel por vezes encontrarmos um pouco de sangue na caixa.
O mais grave, é que a uretra (o pequeno conduto que permite esvaziar a bexiga) pode ficar obstruida, impossibilitando o gato de urinar, e prejudicando o bom funcionamento dos seus rins.
Se seu gato apresentar este sinais, aconselhamos que consulte urgentemente o seu veterinário.



DOENÇAS VIRAIS

A Tifo (Panleucopenia Infecciosa)
Esta doença viral, é muito contagiosa e provoca diárreia, vômitos, febre, tendo uma taxa de mortalidade muito alta, especialmente nos filhotes.
Um tratamento não terá chance de sucesso se não for feito logo no inicio.
A vacianção é muito eficaz contra esta doença.

A Coriza
Esta doença provoca corrimento ao nível do nariz e dos olhos, espirros, febre e lessões ulcerativas na boca.
Quando não é tratada, a coriza complica-se e pode originar corrimentos purulentos ao nível dos olhos e nariz, e pneumonia. A coriza pode ser causada por diferentes virus e bactérias. A vacinação permite minimizar os sinais e as
complicações.

A Raiva
A raiva é uma doença viral que provoca pertubações no sistema nervoso (comportamento anormal, agressividade, incapacidade de engolir,...).
Esta doença é incurável, fatal e transmissível ao homem. A vacinação é um meio eficaz de prevenir a raiva e é regida pela lei.

A Leucose Felina
O virus da leucose provoca nos animais infectados tumores e doenças do sangue. O periodo entre a infecção pelo virus e o aparecimento dos sinais clínicos pode durar vários anos. Os gatos são infectados pelo contacto com animais portadores do virus, que não obrigatóriamente manifestam a doença.
A análise ao sangue do animal permite ao veterinário determinar se o gato é portador do vírus. Não é recomendavel deixar animais sãos e portadores juntos. Há uma vacina disponivel para esta doença.

A "aids do gato" ou
F.I.V. (Feline Immunodeficiency Virus)
É um virus que provoca nos gatos uma sindrome de imunodeficiencia semelhante àquela encontrada no homem. Este virús não é transmissível ao homem.
Os gatos são infectados quando mordidos por um animal portador do vírus. A incubação desta doença é longa, mas o seu veterinário pode identificar os gatos seropositivos.
Não existe vacina nem tratamento disponivel para esta doença.

A Peritonite Infecciosa Felina ou P.I.F.
É uma doença viral, que afecta sobretudo os gatos em gatis ou agrupados em grande número portanto, é dificil estabelecer o diagnostico no estágio inicial da doença.
Não existe tratamento inicial da doença, pelo que somente as boas práticas em gatis é que permitem diminuir o risco de contaminação entre os gatos.



DOENÇAS PARASITARIAS

Parasitas internos
Os gatos podem ser contaminados por um certo número de vermes. Durante a consulta de vacinação, consulte o seu veterinário sobre os vermífugos e os esquemas de vermifugação.

As pulgas
Prevenir e tratar os problemas das pulgas implicam não somente o tratamento do animal, mas também do ambiente em que ele vive. A ingestão de pulgas pelo gato pode provocar uma infecção por tênia (ver parasita transportado por pulgas ).




DOENÇAS TRANSMÍSSIVEIS AO HOMEM

A Toxoplasmose
Este pequeno parasita tem poucas consequências para a saúde do gato, mas pode ter consequências graves para a mulher grávida.
Por prudência, é aliás recomendavel entre outras coisas, evitar mexer em filhotes e caixas de areia (usar luvas), porém é sabido que o maior risco para a toxoplasmose nos humanos é a ingestão de verduras ou frutas contaminadas com o Toxoplasma.


"Tinha"
É uma infecção devida a fungos microscópicos. No homem, eles provocam sobre a pele uma lesão circular com borda vermelha, muito pruriginosa : o anel de " Santa Catarina ".